CAPOTO

sistema capoto

SISTEMA CAPOTO – O QUE É ?

O sistema CAPOTO, vulgarmente conhecido também como cappoto (casaco, em italiano)  ou Reboco Térmico pelo Exterior é um termo técnico associado aos sistemas de reboco aplicados no exterior dos edifícios. Proteger o edifício contra os elementos  e intempéries externas (garantindo um maior conforto interno) e assegurar uma agradável solução estética são as principais funções deste sistema, sendo já aplicado em quase toda a Europa, pelas suas qualidades de isolamento e preservação dos edifícios.

Para melhorar o conforto na sua habitação e reduzir os custos energéticos, este sistema de isolamento térmico oferece uma solução técnica de alta qualidade.

O Sistema ETICS (External Thermal Insulation Composite System) é um sistema de isolamento térmico pelo exterior que é cada vez mais usado em construções novas, mas também é considerado como o sistema eleito para reconstruções e reabilitações de moradias e edifícios, pensando sempre nas exigências energéticas da actualidade, que lhe permite uma maior qualidade de vida e melhor rendimento para o futuro da sua habitação.

Essencialmente, este Reboco Térmico pelo Exterior protege o edifício contra intempéries, garantindo também uma agradável solução estética na sua fachada, eliminando também as pontes térmicas, assegurando um maior conforto dentro do seu lar.

HISTÓRIA DA APLICAÇÃO DO CAPOTO

Depois da II Guerra Mundial, a Europa  encontrava-se numa situação económica bastante difícil. A escassez de recursos energéticos como combustíveis levou a um crescente aumento dos seus custos. Estes factores contribuíram para que se efectuassem vários estudos afim de encontrar uma solução para melhorar o isolamento térmico das habitações, evitando o consumo de combustíveis. Verificou-se então que quando o isolamento térmico é aplicado pelo exterior das fachadas, é mais eficiente.

Em meados de 1940, é desenvolvido na Suécia um sistema de isolamento térmico de fachadas (pelo exterior), constituído por lã de rocha revestida com um reboco de cimento e cal. O responsável pelo desenvolvimento destes primeiros sistemas de “Reboco Armado” sobre poliestireno expandido, de acordo com maior parte dos autores, terá sido Edwin Horbach, que testou e construiu diferentes composições de reboco, com diversos produtos de reforço e materiais de isolamento. Após algumas afinações, o produto final foi comercializado por um fabricante alemão e este sistema começa a ser usado no final dos anos 50, sendo primeiramente aplicado em grande escala em fábricas e silos na Alemanha, sendo que a sua aplicação tinha como objectivo impedir que os grãos de açúcar (nos silos), se colassem devido à condensação. O primeiro registo de aplicação doméstica desde sistema está igualmente atribuído à Alemanha, mas apenas na década seguinte.

No final dos anos 60 do século XX o sistema entra nos Estados Unidos da América, sofrendo algumas transformações, de modo a ser adaptado aos tipos de construção encontradas no mercado Americano (por exemplo, uma menor espessura de reboco).

É  a partir da década de 70, e com a crise do petróleo sentida nessa mesma altura que estes sistemas ganham força, uma vez que ajudam na poupança de energia, e ajudam a regular o ambiente interno dos edifícios e começam a ser utilizados desde a Sibéria à Arábia Saudita.

Características e vantagens do Sistema CAPOTO:

  • Redução das pontes térmicas: eliminando diversas pontes térmicas, como por exemplo as ligações entre elementos estruturais e alvenarias, possibilita que seja necessário uma espessura menor de isolamento, para que se obtenha o mesmo coeficiente de transmissão térmica da envolvente do edifício;
  • Número variado de soluções de acabamento: não condiciona a liberdade criativa do cliente, permitindo diferentes soluções de acabamento que abrangem diferentes preferências;
  • Paredes mais leves: o facto de este sistema permitir que as paredes sejam mais leves contribui para uma menor carga permanente sobre os elementos estruturais, aligeirando assim a estrutura do edifício;
  • Económico: contribuindo para uma melhor eficiência energética do edifício, ajuda com que a longo prazo a casa se torne económica pois as necessidades de aquecimento e arrefecimento serão menores;
  • Aumento da área habitável: uma vez que o normal é substituir-se a solução parede dupla com isolamento por parede simples mais sistema capoto, as paredes exteriores têm menor espessura, o que aumenta a área do interior da casa;
  • Adequado para reabilitações: é possível colocar o capoto em fachadas degradadas, conferindo-lhes assim um aspecto novo, sem incomodar os habitantes do edifício;
  • Óptima aderência, mecanicamente compatível com argamassas presentes no mercado nacional.

Leave YourComments

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *